MIX DE FRUTAS

no liquidificador: fazemos todo dia em casa. Para mim, é um dos principais substitutos ao pão do café da manhã ou as bolachas do lanche da tarde. Como um mix tem muitos ingredientes diferentes, não dei logo de cara pro Francisco. Depois de alguns meses, aos poucos, comecei a oferecer pra ele.

Muita gente opta por suco de fruta. Nós aqui fazíamos muito suco de laranja, mexerica. É muito gostoso, mas tem o inconveniente de ter muito açúcar e pouca fibra. Ou seja, suco coado não é uma coisa para se tomar sempre, todo dia, nem para bebês nem para adultos.

Meio como cremes ou smoothies, mix são parecidos com papinhas. Também preparo algumas; amasso abacate e misturo com banana, pêra e leite de arroz no garfo, vai virando meio líquido. Já preparei inclusive papas quentes, tipo mingau — como essa receita aqui. Mas não gostamos tanto… ainda preferimos os mix.

Tem uma infinidade de combinações possíveis. Um que faço bastante leva banana congelada, leite de coco, pedaços de manga. Outro exemplo: ameixa seca de molho num copo de água durante a noite com semente de girassol e coco ralado. O importante é que tenha alguma fibra junto com o açúcar das frutas.

image

Por aí afora, há mil e uma receitas de creminhos-smoothies-mix — além de sucos verdes, coisa que eu preciso pegar o jeito de fazer. Logo, sei que não estou inventando a roda com as minhas misturas. De toda forma, acho legal compartilhar, neste post, os ingredientes que já bati no liquidificador.

Frutas frescas — muitas delas podem ser congeladas, o que ajuda a dar a consistência cremosa: banana, manga, mamão, abacaxi, abacate, morango, framboesa, mirtilo são ótimas.

Frutas secas — o interessante é deixá-las de molho num copo de água durante a noite; aí elas ficarão molinhas e hidratadas. De manhã, colocar no liquidificador as frutas junto com a água. Ameixa seca é uma ótima fruta para soltar o intestino. Usei muito durante umas semanas em que o Francisco ficou com dificuldade de fazer cocô — o que é comum na introdução alimentar. Além da ameixa seca, uso muito tâmaras, mas também manga seca.

Nozes, castanhas, avelãs — elas também precisam ficar de molho para hidratar. Aliás, é mais ou menos assim que se faz leite vegetal (aqui e aqui algumas possibilidades).

Água, leite de coco — ou um leite vegetal.

Linhaça — o segredo da linhaça é que ela ajuda na consistência gelatinosa. Basta deixar a linhaça num potinho com água dentro da geladeira. Por sinal, é um bom substituto para ovo em receitas. Isso sem falar nos benefícios nutricionais.

Diversos — qualquer coisa que combine com as outras coisinhas acima: gergelim, amaranto em flocos, coco ralado, cardamomo (combina com manga e banana, como no lassi indiano), canela, noz moscada. Depois de batido, tem vezes que misturo com esse creme de arroz molhado; fica ótimo.

Um bom liquidificador, potente e se possível com copo de vidro e modos para picar gelo e fazer smoothies.

Potinhos, colheres a postos e bom apetite!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s