NÃO É FÁCIL

— e quem disse que não seria difícil? Sim, a vida de mãe é maravilhosa. Engravidei de surpresa — queria mas não esperava que acontecesse tão rápido — e amo todas as mudanças pelas quais tenho passado.

Mas este post é para dizer que nem sempre é fácil encarar os obstáculos do dia a dia. Tenho meus momentos sem paciência; de nervoso; de xingar o menor dos contratempos; de me irritar com as críticas mais insignificantes; de perder as forças; de me preocupar demasiadamente; de me sentir insegura; de pensar sem razão no julgamento alheio; de duvidar da minha capacidade; de ter medo, enfim.

Fui percebendo que a negatividade poderia me fazer muito mal.

image

O que tenho feito para remediar esses momentos? Evito me lamentar. Tento pensar positivo. Não julgar x outrx. Baixar a guarda. Ficar com menos defesas. Olhar-me no espelho. Afastar-me se me sinto incapaz de confrontar alguém. Ter paciência: porque tudo é uma fase, o tempo passa e nossa jornada é curta.

Aceitar o mundo como ele é, com suas qualidades e defeitos — eita tarefa complicada essa!

Um bom começo, para mim, foi também criar menos expectativas a respeito das pessoas. Ninguém é responsável pelos meus sentimentos a não ser eu mesma. E eu não devo necessariamente agradar ninguém.

Algumas dessas ideias me vieram ao longo da leitura de “Comunicação não-violenta”. Desse livro, já publiquei uma historinha, “as chaves perdidas”. Em breve volto a falar disso.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s