PEGAVA UMA CÂMERA

já velha, guardada um tempão na gaveta; vai ver ela esperava isso: depois de muito tempo, comprar um rolo de filme e fazer toda a cerimônia antes de começar a tirar fotos: abrir a embalagem do rolo, a caixinha de plástico, o cheiro da película, puxar a pontinha, encaixar nos dentes de um lado, do outro o rolo cheio ainda; fechar a tampa, sem deixar muita luz entrar, por enquanto.

Eu acordei assim, achando muito viável, muito próximo de mim, esse sonho, eu com uma câmera pronta pra sair na rua e tirar fotos. Todo o mistério das fotos até elas serem reveladas.

Anúncios

3 Respostas para “PEGAVA UMA CÂMERA

  1. que ótimo!!! adorei!!!

  2. anameliacoelho

    Hihi, que legal; esse sonho é muito inspirado pela lomografia – ganhei faz pouco tempo uma holga e comecei a tirar fotos por aí; em breve aparecem por aqui :)

  3. que engraçado, justo hoje eu pensava em fotos e lia em “Lomography” um apanhado de fotógrafos no cinema. Entre os comentários, um sujeito pergunta se “Austin Powers” também servia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s